ADULTOS ÍNDIGOS

I - APRESENTAÇÃO:

Se você busca algo que permita sentir-se inteiro como pessoa. Sente-se perdido, buscando sua verdadeira vocação, sua missão de vida. Percebe que é muito inteligente, com uma grande energia, muitas habilidades, visão, intuição e sensibilidade especiais, mas não consegue encaixar-se em nenhuma ocupação do tipo convencional ou em nenhuma carreira chamada tradicional, nem consegue corresponder por muito tempo a nenhum dos padrões e regras previamente estabelecidas. Não consegue conformar-se nem corresponder as expectativas do meio, especialmente do meio profissional. Sente que está em busca de algo que não consegue definir bem, porém está muito seguro de que deve seguir adiante, vagando entre dois ou mais mundos e ocupações, porém tem a intuição de que sua regra nesta vida é traduzir, transmitir tudo: informações, conhecimentos, abrir caminhos, romper fronteiras.

Caso tenha se identificado com esta descrição, é muito provável que seja um adulto, jovem ou adolescente índigo. Você não está sozinho! Vá em frente, leia...

Lee Carroll (coautor do livro Crianças índigo e The índigo Children ten years later lançado nos EUA em 2009, em que Ingrid Canete é colaboradora)

2 - AGRADECIMENTOS:

Eu agradeço a Deus pela graça desta vida, pela bênção de Sua Luz, que me faz estar aqui e persistir.

E sem dúvida graças à Ele que insisto em continuar a viver e a caminhar como uma guerreira, uma combatente, em nome do amor e da verdade.

Agradeço a Ele por jamais permitir que eu desista, sob quaisquer circunstâncias, de acreditar na justiça e de mirar o sol, as estrelas, o mais alto dos céus. Sou uma humilde trabalhadora da Luz que se coloca à disposição da humanidade e deste planeta para ajudar a criar uma nova realidade mais fraterna, mais amorosa, menos física e mais espiritual.

Agradeço muito a todos que me ajudaram a vencer cada obstáculo ao longo da caminhada terrestre.

Agradeço de coração ao Jorge, meu marido e companheiro, meu amor e meu melhor amigo, nesta viagem que é a vida. És, sem dúvida, um mestre para mim e um apoiador incondicional de todos os meus projetos e sonhos. Bendita é a Luz que promoveu nosso encontro.

Agradeço à minha família de sangue e também à minha família de alma por terem me recebido e me amparado sempre, mesmo quando eu achei que estava só e abandonada, mesmo quando eu supus que as ilusões do tempo linear e da dualidade eram a única realidade existente. Agradeço aos amigos pessoais e virtuais, aos anjos humanos e aos anjos espirituais por me guiarem sempre pelo caminho do Bem, do Amor e da Luz. Gratidão eterna aos amigos e guias Amenon e Arcanjo Miguel.

Agradeço à Vânia Abatte, por seu amor incondicional, pela paz que transmite, pelas trocas tão ricas e por sempre me apoiar e refletir tanta luz. Obrigada por ser um exemplo de índigo que assume suas potencialidades e as coloca em prática pelo bem dos seus semelhantes. Seu trabalho com a Bioeletrografia e todas as suas pesquisas certamente já beneficiaram e, ainda beneficiarão, muitas pessoas. Agradeço à Ana Cristina Mariante, por sua amizade, por compartilhar tantos conhecimentos e experiências, por me ajudar a ativar meus potenciais por meio dessa magnífica técnica chamada EMF e por compreender tudo o que, muitas vezes, parece incompreensível e incomunicável. Fico muito grata por ter assim ajudado a que eu me sentisse um pouco mais terrena e mais acompanhada. E agradeço também a leitura que fizeste deste livro-filho, logo após seu nascimento, e o teu parecer sincero e preciso envolto em tanto amor.

Agradeço à Margrethe Skou Larsen, por ter lido este livro e ter sido tão objetiva e clara em seu feedback. Obrigada por suas observações e correções, pelo valioso estímulo dado ao me oferecer tua opinião à luz de tuas ricas experiências pessoais, como Adulto índigo, embalada pela Pedagogia Waldorf e pela Euritmia.

Agradeço à Maria Cristina Monteiro de Barros, por ter lido o rascunho deste livro e por ter colaborado com sua opinião sincera e transpessoal.

Agradeço à Ana Laura Guimarães, por enriquecer este livro com sua experiência, sensibilidade e conhecimentos transmitidos mediante orientações preciosas sobre a alimentação dos índigos.

Agradeço à Cláudia Fetter e ao Dr. Jorge Raff, por colaborarem com sua experiência e comentários; e ao Thiago Berto, ao Rodolfo Dhein e ao Marciano Schaffer, por colaborarem com sua experiência pessoal e por meio da empresa que tão amorosamente criaram.

Agradeço a todos os que colaboraram com seus depoimentos pessoais e que contribuíram assim para agregar toda força, energia e amor que tornam este livro um ser vivo de coração pulsante!

Um livro é sempre resultado de uma gestação e de um parto. Para gerar este filho, foi preciso que tivéssemos condições apropriadas de vida e de espírito, de tranquilidade em nosso lar terreno e de organização mínima das necessidades básicas para que a inspiração brotasse e fluísse naturalmente. Por isso, agradeço muito à Eliane Ferreira da Silva, por ser um verdadeiro anjo da guarda para mim.

Agradeço à Banda Maná e, especialmente, ao seu líder, Fher Olvera, por serem representantes indubitáveis desta geração índigo ou "Y". Obrigada por vocês serem a mais perfeita tradução dessa frequência vibratória, desse nível de consciência e da forma de ser e estar aqui na Terra como pioneiros, realizando a difícil missão de romper fronteiras, de quebrar paradigmas, de questionar regras e padrões estabelecidos e de ter a coragem e a determinação de, "apesar dos outros", aceitar amorosamente sua "condenação" a prosseguir sempre... Todas as músicas e melodias que vocês criaram são maravilhosas, transcendentais e transmutadoras. Eu sou grata, de modo especial, pela música Combatiente, que considero um "hino dos índigos" e que, por isso mesmo, tomei emprestada para abrir este livro.

E, que haja Luz...

Ingrid Cañete

INTRODUÇÃO

..1 - SOU ÍNDIGO. E AGORA?
..2 - CARACTERÍSTICAS DOS ADULTOS ÍNDIGOS
..3 - ÍNDIGO OU SIMPLESMENTE UM SER HUMANO
..4 - A SÍNDROME DO ESTRANGEIRO...
..5 - UM OLHAR TRANSPESSOAL E TRANSDISCIPLINAR
..6 - A FREQUÊNCIA ÍNDIGO
..7 - OS DESAFIOS DO ADULTO ÍNDIGO
..8 - A MISSÃO DO ADULTO ÍNDIGO
..9 - MENSAGEM FINAL